domingo, setembro 21, 2008

by my side na jukebox.

A sensação de não saber (e de saber) exatamente o que vai acontecer quando você se aproximasse.
Nós dois com sorrisos cretinos no rosto, ambos desejando chorar até o amanhecer.
Sempre tenho a sensação de que é última vez em que estamos juntos enquanto a gente caminha pelas ruas.
E sempre desejo que seja a última vez.
Há certa tendência em mim de tentar ignorar todas as coisas bonitas que acontecem entre nós, mas isso eu sei te explicar e você sabe como entender.
No entanto, as coisas ainda são belas, ainda que sofridas.
Fingir dormir por duas e horas e meia, abraçada com você, cabelo molhado, franja que virou cachinhos; vendo-te dormir pelo espelho...
Ter certeza de tudo por algumas horas e depois te abraçar, pegar o metrô.
Ter os joelhos esfolados, dormir o dia todo e não conseguir sequer escrever algo sobre a nossa noite, não por falta de enredo, não por falta de amor, mas por uma falta de esperança tremenda e por não saber sequer se o que te fiz foi bem, ou se nós somos a raiz do nosso mal.
Teria feito por qualquer pessoa que eu goste o que eu fiz por você ontem, mas eu fiz por você.
Os fatos se explicam por si mesmos.
Não nos casaremos semana que vem, você não me ligou e está quase na hora de tomar o comprimido.
Agora eu passo o resto da semana fingindo que nada disso tem importância, que eu posso abrir mão de tudo isso por... por sei lá o que.
Enfim, foda-se, foda-se tudo!
Eu sempre paguei o preço dos meus atos.
Boa noite, não precisa me agradecer por salvar sua vida mais uma vez.

5 comentários:

Special Need. disse...

seus textos parecem uma montanha russa, só que de trás pra frente. começam calminhos e tristes e terminam com fuck fuck fuck!
por isso que eu te amo!
HUSAUHHUSAUHAHUSSA

Anônimo disse...

descobri esse blog aqui e achei muito louco0o0
nem te conheço, mas parabens pelos seus textos ;D

beijao
Allan

doloridocolorido disse...

pagando preço, salvando vidas...

Thiago Hernandez disse...

O que não é a internet, não!

Na verdade vi sua foto aquela do orkut, que tem um muro ... "Tu vida és una puta mierda (y lo sabes)"

Poatz! Muito bacana essa coisa toda... pescou várias imagens da minha cachola... E nem sei como fui conduzido pro RSS de lá que me trouxe pra cá e achei seus textos muito bacanas!

Parabéns!

Grande abraço!

Lá Cociuffo disse...

Nós dois com sorrisos cretinos no rosto, ambos desejando chorar até o amanhecer.

Que bonito isso...